sábado, 3 de janeiro de 2015

Fragmentos


Sentada em uma cadeira de balanço, calada, não cabia a mim dizer uma só palavra. O vento trazia consigo um cheiro das flores do jardim ao lado. Talvez o final da primavera chegará, e consigo as pequenas e cheirosas flores iriam embora, mesmo que não totalmente. O cheiro do capuccino de uma senhora da casa a direita me faz uma breve companhia.

Há alguns anos atrás diria que uma grande parte de mim havia ido embora, junto com fotos e lembranças jogadas no lixo. Era como se um flashback estivesse dentro de mim, fazendo recordar de quando era criança, de como era a vizinhança. A rua estreita, crianças brincavam correndo de um lado para o outro, sem se preocupar com que poderia acontecer. Enquanto os mais velhos resmungavam algo.

O vizinho da minha frente arrumava sua caixinha de correios, enquanto o cachorro ao seu lado devorava um osso, lentamente enquanto olhava o próprio dono. Levantará seu braço para um cumprimento amigável ao homem que passava a sua frente, e logo em seguida seu braço se esticara e balançara de um lado para o outro como um breve tchau.

Duas crianças passaram correndo na rua, enquanto uma gritava a outra parava por um breve instante tentando recuperar todo folego que havia perdido. A mesma acenou para mim, como um sinal de respeito ao mais velho. Levantei meu braço com dificuldade e acenei novamente esbanjando um sorriso de orelha a orelha na pequena garotinha.

Um som de algo inesperado atinge meus ouvidos, minha cabeça lentamente se inclina para esquerda. Não identifico o que havia acontecido, apenas uma fumaça que acabara de subir a alguns metros de distância. Ignorei e senti um breve cheiro de biscoitos quase prontos, provavelmente da vizinha a direita. Lembrava-me bastante de quando visitava minha avó materna e o bolo com cheiro maravilhoso insistia em entrar em todos os cômodos da casa.

Lembranças me faram companhia, não todas, tentara lembrar de algumas que me fizeram felizes por um bom tempo. Absorvi a ideia de sorrir mesmo não estando feliz, um sorriso curto poderia disfarçar o sentimento triste que caberia dentro de mim. Um sonho de anos atrás que se foi, enquanto outros ocuparam o espaço vago que havia em mim. Mas sorrir sempre foi uma opção de deixar as coisas mais leves enquanto eu poderia viver.

22 comentários:

  1. Acho lindo quem escreve assim

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  2. Amei o texto flor ,perfeito demais viu ?Beijocas
    Blog: http://alemdapenteadeiraa.blogspot.com/
    Canal No Youtube: https://www.youtube.com/user/alemdapenteadeira/

    ResponderExcluir
  3. Que lindo, adorei o texto.
    Uma escrita muito agradável
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Camila, fico feliz que tenha gostado. Beijos

      Excluir
  4. Que texto lindo!! Adorei a última frase :D
    Beijos e fique com Deus!
    Batom de Framboesa

    ResponderExcluir
  5. Ai você escreve muito bem! Curti!

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  6. Que texto maravilho!!
    Tu escreve muito bem mesmo, amei.

    Tudodiferentecomsamaralima.blogspot.com.br/
    Instagram - @samaralima_03

    FELIIIZ 2015! <3

    Um beijo! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Samara, fico feliz que tenha gostado. Feliz 2015, beijo.

      Excluir
  7. haim que delicia de texto, viajei nele agora =)
    Me senti balangando na cadeira hehehe
    Beijos.
    Gurias Gata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha' Fico feliz que tenha gostado. Beijão

      Excluir
  8. Que linda a sua escrita, sério mesmo, gostei bastante do texto! E do seu blog também,amei o banner ali em cima :)) Beijos
    http://belaabel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico muito feliz que tenha gostado. Lindo banner né não?! hahaha. Beijão

      Excluir
  9. Primeiramente, amei o seu blog! O seu layout é um amor e me apaixonei pelo banner! Você gosta de "Fazendo meu Filme"! Fiquei super feliz com isso! (Alerta!! "Pimentinha" do outro lado da tela! <3). Lara, eu adorei o seu tipo de escrita. Eu me identifiquei com o último parágrafo. A parte das lembranças, de sorrir para tornar as coisas mais fáceis... sei como é isso! Já favoritei o seu blog para eu visitá-lo mais vezes, viu? Parabéns pelo trabalho! <3

    Beijos <3 http://gostosdeadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meeeu Deeeeus! Me abraça hahaha. Fico muito feliz que tenha gostado. Sério?! Obaa, aguardo sua visitinha hein?! Obrigaada :D Beijos

      Excluir

 



Design e programação por Ana Chamilete.
Proibido cópia e/ou reprodução.