domingo, 30 de novembro de 2014

Outono, você pode me ouvir?

imagem retirada do tumblr.

           A noite parecia ainda mais escura e aquele vento frio me apavorava. O outono havia chegado e consigo milhares de folhas ao chão, consequentemente a cada passo barulho de folhas iam surgindo. Pessoas corriam de um lado para o outro enquanto outras andavam apreciando o azul do céu. Relembrei momentos de anos atrás, onde eu não tinha nada para me preocupar, sentada no chão e ia brincar com meus primos.
           Final de ano sempre foi uma loucura, final de bimestre escolar e finalmente as mais esperadas férias. Lembro-me bem de quando eu não precisava me preocupar com nada apenas com a rotina de estudos, que quase todos os anos eu deixava para ultima hora. Me desliguei desses pensamentos que me traziam saudade. O céu daqui era tão bonito, jamais virá tão perfeito. A noite estava bela, passarinhos estavam dormindo nos ganhos das arvores e o belo som de uma coruja me deixou alerta. Avistei um casal um pouco longe andando de mãos dadas, pareciam felizes.
          Não havia muito tempo em que eu estivera aqui. Sempre gostei de respirar novos ares, conhecer culturas diferentes sair por ai, com uma mochila nas costas e sem vontade de voltar atrás. Aqui era tudo tão lindo, o outono realmente mostrava seu lado perfeito, suas folhas maravilhosas sobre o chão deixava tudo ainda mais simpático.
          As ruas pareciam não ter fim, ou era meus passos que estavam lentos demais. Desde criança gostava de ficar viajando de carro a noite apenas para apreciar a beleza que a escuridão tem para nos mostrar, e agora não é diferente eu amava caminhar apenas com a luz das estrelas. Era como se o mundo parasse para me ouvir.
          Lembro-me bem de como era um sonho poder ver o outono dessa forma, era uma das minhas estações preferidas. O chão coberto de folhas, era literalmente uma das coisas mais belas que eu já havia visto.
          Estava finalmente chegando a rua de minha casa, era uma rua quase deserta as únicas luzes que eu conseguia observar era a das estrelas e de um poste um pouco mais distante de casa. O que deixou algumas arvores ainda mais encantadoras. Abri a porta de casa e o ar de mofo entrou em meu nariz, abri um pouco a janela da pequena sala e me repousei ali no sofá a fim de assistir algo, o que não aconteceu necessariamente. 

15 comentários:

  1. Adorei!!
    Deveria postar contos com mais frequência!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii vida! Pode deixar, vou postar mais sim. Beijos

      Excluir
  2. Parabéns pela escrita do texto! Você manda muito bem Larinha!

    www.pequenamenina31.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo, você escreve hiper bem ♥
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
  4. Você arrasou no texto flor..
    Vim te visitar e amei seu layout não vou mais deixar de vim aqui ta?
    beijos

    ♥ Blog Delineado Rosa

    ResponderExcluir
  5. Oi Lara! Que blog lindo :) Adorei o conto, consegui imaginar cada pedacinho dele. E apesar do outono não ser igual é nos filmes aqui na minha cidade, é uma estação realmente encantadora. Beijos, Light As The Breeze

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, ahhh fico feliz que tenha imaginado! Né não?! haha' Beijão.

      Excluir
  6. Ai q texto lindo!

    #PostNovo! <3

    http://tudodiferentecomsamaralima.blogspot.com.br/
    Instagram: @samaralima_03

    Um beeeeeijo <3

    ResponderExcluir

 



Design e programação por Ana Chamilete.
Proibido cópia e/ou reprodução.